PodCast - Mensagens em áudio

Culto OnLine - Domingo 22/11/2020 - O convite para as bodas

Assista ao vídeo que foi gravado da transmissão (AoVivo) "Live" na nossa página oficial no Facebook da Igreja Metodista Livre de Rio Preto (Free Methodist Church) do Culto de 22/11/2020. 

Tudo estava programado para o culto presencial, mas precisamos cancelar de última hora e assim, o Pr. Júlio ministrou essa reunião diretamente do Sítio do Anderson e Suzana, em Ipiguá.

O Pr. Júlio Ronqui ministrou no tema "O convite para as bodas"
“Evangelho é receber”

Liturgia:

Mateus 22:2-5 NTLH
(2)  —O Reino do Céu é como um rei que preparou uma festa de casamento para seu filho.
(3)  Depois mandou os empregados chamarem os convidados, mas eles não quiseram vir.
(4)  Então mandou outros empregados com o seguinte recado: “Digam aos convidados que tudo está preparado para a festa. Já matei os bezerros e os bois gordos, e tudo está pronto. Que venham à festa! ”
(5)  —Mas os convidados não se importaram com o convite e foram tratar dos seus negócios: um foi para a sua fazenda, e outro, para o seu armazém...

● Abordagem Histórica:
Novamente Jesus estava em Jerusalém, na sua última viagem a Capital.
▪Ele já tinha realizado a entrada triunfal
▪Ele já tinha expulsado os cambistas do Templo
▪Ele estava pregando e operando milagres

→ Aqui provavelmente Jesus estava no Templo, mais uma vez ele faz uma cadência de Parábolas.

→ A primeira parábola é sobre Os Dois Filhos
▪o mais velho disse que não iria, mas foi.
▪o mais novo disse que iria, mas não foi.
▪quem fez a vontade de Deus?
(Mat 21:28-32)

→ Em seguida a parábola do a Vinha Arrendada
▪os lavradores além de não pagar 
▪mataram os empregados do dono da vinha
▪assim, o Reino seria tirado dos religiosos
(Mat 21:33-44)

→ Agora a 3ª parábola da Festa de Casamento
▪ interessante, Jesus sempre usa figura de linguagem da época
▪ coisas, simples, do cotidiano das pessoas

→ Aqui nessa parábola, Jesus compara o Reino com uma Festa de Casamento

→ Dizendo que o Rei mandou os empregados chamarem os convidados, mas estes não quiseram ir à festa.

Novamente, o Rei mandou outros empregados
▪ os quais avisavam: a festa será boa!
▪ tá tudo pronto! vamos participar!
▪ incentivando os convidados
▪ mas não se importaram
▪ foram tratar dos seus negócios

→ Jesus continua a parábola de forma dura, dizendo que o Rei mandou queimar a cidade, matar os convidados, porque eles não mereciam!

→ Por fim, o Rei manda chamar outras pessoas, todos que estivessem na rua, bons e maus, e o salão ficou lotado de gente!

→ Por derradeiro, Jesus finaliza dizendo:
“Muitos são convidados, mas poucos escolhidos”

● Abordagem Contextual:
Vamos contextualizar, fazer uma releitura.

Essa parábola é extremamente importante. Podemos extrair muitos ensinos preciosos

Mas 3 coisas, Deus quer deixar no nosso coração:
1) Reino do céu x Festa de casamento
2) Não perca a oportunidade
3) Cuidado com as coisas desta terra

1) Reino do céu x Festa de Casamento
Muitas pessoas se equivocam ao associar as coisas espirituais como chatas, ao vincular a religião distante da alegria.

→ Vejamos, Jesus compara o Reino a uma Festa!
▪ festa significa reunião
▪ festa significa alegria
▪ festa significa fartura
▪ festa significa motivo para comemorar

→ Por isso, se for preciso, mude sua concepção das coisas espirituais.
Não é porque é espiritual que precisa ser chato
Não é porque é santo que não precisa ter graça

2) Não perca a oportunidade
Quando olhamos para essa parábola, Jesus é enfático ao registrar que os empregados chamaram mais de uma vez.

→ E pela segunda vez, ao chamarem os convidados, os empregados demonstram que a festa seria boa, teria alegria, comida e fartura.

→ Muitas vezes Deus tem dado oportunidades, Deus tem nos dado chances de participarmos.

→ Mas somos nós mesmos que escolhemos ficar de fora da festa (pense nisso).

3) Cuidado com as coisas desta terra
Muitas vezes não conseguimos discernir: até que ponto o Reino não pode ser afetado pelas nossas tarefas desta terra?

→ Isso não significa que você: 
▪ não poderá viajar
▪ não poderá brincar
▪ não poderá ter o lazer
▪ não poderá desfrutar 

→ Mas como cristãos, precisamos compreender a importância do Reino e a sua Justiça. 

→ Cuidado, aqueles convidados perderam sua chance porque não se importaram!

→ Quantas vezes a pessoa ouve a palavra, Deus fala, se manifesta, mas a pessoa não dá ouvidos!

→ Por isso, Evangelho é receber.

Evangelho é participar da Festa das Bodas.


PodCast (somente o áudio da pregação) em MP3 (baixar -> clique aqui)



Assista, seja edificado e compartilhe!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vim para adorar-te em japonês

Grupo de Louvor da Caape - música: Deus vai fazer