PodCast - Mensagens em áudio

AGENDA

Culto Presencial - 27/03/2022 - O Agir de Deus

Ouça o áudio que foi gravado nIgreja Metodista Livre de Rio Preto (Free Methodist Church) durante o Culto de 27/03/2022. 

PodCast (áudio da pregação) em MP3 (baixar ->  clique aqui)


Momento de oração

tema: O Agir de Deus
“Evangelho é Fé”

Liturgia:
Mateus 9:1-2 NTLH
(1)  Jesus entrou num barco, voltou para o lado oeste do lago e chegou à sua cidade.
(2)  Então algumas pessoas trouxeram um paralítico deitado numa cama. Jesus viu que eles tinham fé e disse ao paralítico: —Coragem, meu filho! Os seus pecados estão perdoados.
Mateus 9:1-2 ARA
(1)  Entrando Jesus num barco, passou para o outro lado e foi para a sua própria cidade.
(2) E eis que lhe trouxeram um paralítico deitado num leito. Vendo-lhes a fé, Jesus disse ao paralítico: tem bom ânimo, filho; estão perdoados os teus pecados.

●Contexto Teológico:
Novamente estamos aqui em Cafarnaum – região Galiléia, a cidade onde Jesus estabeleceu inicialmente
seu ministério.

→  Joseph Benson (teólogo metodista inglês – 1811)
Explica que essa cura milagrosa é a mesma narrativa de Marcos 2:1-13 e repetida por Lucas 5:18-26.

Benson, esclarece que nesse registro podemos ver tamanha Fé do paralítico e seus amigos, ao descerem-no por uma corda até onde Jesus estava na casa. 

Quando Jesus diz: “perdoados te são os teus pecados”.
Neste momento, os escribas e fariseus criticam entre si a atitude de Jesus, ao dizer que perdoaria os pecados.

→  Heinrich August Wilhelm Meyer (teólogo luterano alemão – 1859)
Explica que na cultura judaica, entendiam que as deficiências, doenças, infortúnios eram associados aos pecados do indivíduo ou mesmo de seus familiares

Meyer, esclarece que aparentemente, Jesus teria agido de maneira antagônica ao dizer ao paralítico:
“seus pecados estão perdoados”

→ Uma vez que o no pensamento daquela cultura, o fato do homem estar paralítico era justamente
por seus pecados. 

Meyer elucida ao nos informar, que na verdade Jesus estava agindo na condição moral daquele paralítico, não tendo nenhuma relação entre o pecado/sua saúde.

Continuando a narrativa, ao perdoar-lhe os pecados, os fariseus ficam irritados. Quando Jesus lhes pergunta: o que é mais fácil? Lhe perdoar? ou lhe curar?

Neste momento Jesus disse: “levanta-te, toma a tua cama, e vai para tua casa”

Interessante que ao curá-lo, Jesus além de quebrar esses paradigmas (a respeito entre 
pecados/doenças) Jesus demonstra todo seu poder e autoridade na terra.

Thomas Contable (arquediácono anglicano)
Vai além, dizendo que Jesus usou uma retórica ácida para sua época, com um peso muito grande.

Constable, alega que a resposta de Jesus foi de forma irônica, deixando os fariseus constrangidos, haja vista os escribas criticá-lo de blasfemo, ao perdoar os pecados.

Constable ainda explica que Jesus usa os próprios escritos judaicos ao citar o termo “Filho do Homem”.

Justamente referindo-se a visão da cultura rabínica a respeito do messias.

→ Para o entendimento do teólogo Constable, Jesus não apenas cura o paralítico de forma magnífica e surpreendente, como também Ele refuta a injusta acusação dos escribas sobre “blasfêmia”.

Pois conforme João 9:31, “Deus não ouve pecadores
Uma referência que Jesus faz Salmos 34:15 e Miquéias 3:4

● Contexto Prático:
Vamos agora entender e compreender um pouco esse texto, trazendo para os dias de hoje.

Quero que você viaje comigo, vamos na minha linha de raciocínio, vamos usar a lógica.

→ Qual a coisa que o paralítico e seus quatro amigos mais queriam de Jesus naquele instante?
→ O que você acha que era mais importante para eles naquele momento?

→ Logicamente, qualquer um de nós iria responder: ser curado!

Com toda certeza, podemos ...
●afirmar que era ser curado!
●ele buscava o milagre
●ele queria a bênção!
●ele queria o resultado!

→ Mas irmãos, vamos pensar, vamos aqui refletir um pouco o que Jesus faz 1º para ele?
Qual é a primeira ação de Jesus?

→ Pelo texto, podemos ver com exatidão, muito claro, Jesus apenas: lhe perdoa os pecados.

Sabe irmãos, refleti muito a semana toda sobre isso, por que Jesus não efetuou a cura imediatamente?
Por que Jesus não o curou primeiramente?

→ Inclusive, Jesus deixa claro que viu a fé do paralítico e a fé de seus quatro amigos!

→ Em outras palavras ...
●eles acreditavam
●eles tinham fé
●eles tinham tudo o que era preciso para o paralitico ser curado!

Mas por que, mesmo assim, Jesus primeiro lhe perdoou os pecados?

→ Logicamente essa minha retórica é apenas uma especulação teológica. Somente Jesus poderia 
respondê-la efetivamente com toda precisão e certeza.

→ Mas podemos sim, fazer uma profunda reflexão sobre isso irmãos.

→ E no meu coração, Deus falou muitas coisas preciosas a respeito disso.

Ecônomo Leonardo abrindo a reunião

1) Nem toda prioridade é urgente
Sabe irmãos, aprendo muito nessa passagem com Jesus...
●às vezes estamos desesperados
●estamos preocupados
●estamos ansiosos por algo

Aí vem Jesus e nos ensina que nem sempre a nossa prioridade é o que mais precisamos!

→ Aquele paralítico precisava sim, mas não apenas da cura, ele precisava muito mais do perdão. Quando Jesus agiu dessa forma, com aquele homem e seus quatro amigos, Jesus estava quebrando os paradigmas do próprio coração deles.

→ Você imagina irmão, viver naquele tempo na Palestina de Jesus como paralítico?

→ Tendo que ser carregado de lugar pra lugar....
●como um fardo
●como um peso
●como um pecador!

→ Isso mesmo, imagina na concepção daquele homem, o peso que era ser paralítico...
●não havia acessibilidade
●não havia respeito
●não havia misericórdia

Olhos de julgamento. Olhos de juízo sobre ele.

→ Por isso digo: Nem toda nossa prioridade, é urgente aos olhos do Senhor
→ Porque é Ele que sabe o que realmente precisamos! Fique em paz

Ele vai operar, Ele vai agir do jeito Dele, no tempo Dele.

2) Ainda que esteja preparado, Deus te surpreende
Outro ensinamento maravilhoso e fantástico que podemos aprender nessa perícope, nesse texto.

Você pode até dizer ...
●“Deus, já estou pronto!”
●“Deus, já estou preparado”
●“Deus, já tenho condições”

→ Mas aí vem Deus e Ele te surpreende com algo que você não esperava!
→ Vem Deus com algo que você nem imaginava que realmente você precisava!
 
Fico pensando, imaginando, qual foi a reação, sensação daquele paralítico ao ouvir: “os teus pecados 
estão perdoados!”

→ Ele poderia até estar preparado para receber o milagre, a cura, a bênção, mas será que ele estava 
preparado para ser liberto do peso do pecado sobre si?

Irmãos, isso nos ensina que Jesus sabe no profundo, Jesus sabe lá no fundo do que você realmente necessita.

3) Nem tudo que você deseja você recebe na hora
Por último, mas não menos importante, o terceiro tópico.

→ Que é uma verdade real, parece até pleonasmo, repetição, mas foi proposital ...
●nem tudo é na hora
●nem tudo é do jeito esperado
●nem tudo é como queremos

→ Você já parou para pensar que muitas vezes nossas lutas, desafios, tempestades podem servir para 
a glória de Deus?

Isso mesmo, como Jesus disse em João 11:4 
“ao receber a notícia, disse Jesus: esta enfermidade não é para morte, e sim para a glória de Deus, a fim de que o filho de Deus seja por ela glorificado.”

→ Lázaro estava doente. Jesus sabia inclusive o desfecho que ele morreria. Mas Ele também sabia qual era o propósito daquilo!

Muitas vezes irmãos, passamos por tribulações que possuem propósitos.

Isto não significa que todo problema, doença e males que nos acontecem, são enviados propositalmente por Deus.
(Algumas coisas somos nós mesmos que atraímos, ou que trilhamos caminhos que nos levam até elas.)

→ Mas na vida do crente, muita coisa é sim, para crescimento, para edificação, para a glória de Deus!

→ O paralítico não foi curado instantaneamente, de imediato, pois foi preciso primeiro o diálogo entre Jesus e os escribas/fariseus.

→ Foi preciso algo acontecer naquele instante ali, para que só depois, ele recebesse o que tanto esperava, o que ele precisava.

Por isso irmãos, três lições para esta semana
1) Nem toda prioridade é urgente
2) Ainda que esteja preparado, Deus te surpreende
3) Nem tudo que você deseja você recebe na hora

Quer nos ajudar? Faça sua doação! Lance sua semente!


Chave Pix:
igreja@metodistalivre.org

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vim para adorar-te em japonês

2º Encontro de Casais na Metodista Livre de Rio Preto - 13/06/14

África: Igreja Metodista Livre em Angola