PodCast - Mensagens em áudio

AGENDA

Culto Presencial e OnLine - Domingo 25/07/2021 - tema: "A hora certa" (Rei Saul)

Assista ao vídeo que foi gravado da transmissão (AoVivo) "Live" na nossa página oficial no Facebook da Igreja Metodista Livre de Rio Preto (Free Methodist Church) do Culto de 25/07/2021. 

Respeitando todos os protocolos sanitários e Decretos, bem como as normas da vigilância, como tapete sanitizante, aferição temperatura na entrada, totem com álcool em gel à disposição, portas e janelas abertas, uso de máscaras constante, distanciamento, higienização do templo com produto hospitalar a base de amônia, poltronas, maçanetas e banheiros, voltamos ao culto presencial, com todo cuidado e respeito.


O Pr. Júlio Ronqui ministrou no tema: "
A hora certa"

“Evangelho é confiar”

Liturgia:
1 Samuel 13:8-9 NTLH
(8)  Seguindo as instruções de Samuel, Saul esperou sete dias, mas Samuel não foi até lá. E o povo começou a abandonar Saul e sair dali.
(9)  Então Saul lhes disse: —Tragam os animais para o sacrifício que é completamente queimado e para as ofertas de paz. Ele ofereceu o sacrifício,

● Contexto Teológico:
O povo de Deus estava insatisfeito, estavam descontentes por não terem um líder, rogaram a Samuel e a Deus para que tivessem um Rei.

→ O Livro de 1ª Samuel conta um pouco a história desse acontecimento, quando Saul é escolhido para tornar-se rei e Samuel o unge a Rei de Israel (1ª Sm 10:1)


Saul passa a proteger os israelitas, primeiramente contra os Amonitas ao vencer em Jabes o Rei Naás. (1 Sm 11:11)

Tudo ia muito bem, quando cerca de 2 anos depois de sua ascensão ao reino, houve uma guerra civil 
pela independência de Israel que era oprimida pelos Filisteus.

→ O povo filisteu oprimia há anos Israel, inclusive, tiraram todas as armas e espadas proibindo o povo hebreu de terem espadas, sendo certo que até os utensílios de ferro eram forjados e afiados pelos filisteus, visto que não havia ferreiro em Israel (1 Sm 13:19).

Jônatas, filho de Saul, defendeu Israel, contra os filisteus, matando em Geba, o Comandante filisteu. Isso fez com que os ânimos ficassem ainda mais exaltados e o Rei Saul ficou ainda mais preocupado com o Reino.

→ Ocorre que dado momento, o Profeta Samuel pediu para o Rei Saul encontrá-lo em Gilgal e deveria esperá-lo 7 dias para iniciarem a peleja.

Era costume do povo de Deus, toda vez antes de irem para a guerra, perguntarem a Deus, bem como faziam ofertas de Sacrifícios ao Senhor.

→ O problema era que o povo em Gilgal estava demasiadamente apavorado e com medo, visto que o exército filisteu estava a espera e para piorar a situação, Samuel não chegava e já se passaram 7 dias
os ânimos estavam literalmente exaltados e a preocupação pairava no ar.

Ao ponto de que o próprio povo, temeroso começou a abandonar a cidade de Gilgal e isso fez com que a preocupação do Rei Saul aumentasse ainda mais.

→ Desesperado e aflito, o Rei Saul vendo que as pessoas estavam indo embora, inadvertidamente, e sem bom senso algum, deu a ordem para trazerem o sacrifício e assim o próprio Rei Saul tomou a posição de sacerdote e ofereceu a oferta em sacrifício ao Senhor.

→ Mas quando estava quase terminando, estava quase acabando o ritual, apareceu o Profeta Samuel
que em flagrante pegou o Rei Saul desobedecendo totalmente a Lei do Senhor.

Em Levíticos 21, Moisés apresenta as regras, todas as normas sobre os sacrifícios, onde consta que apenas o sacerdote, ou seja, o descendente da Tribo de Levi poderia oferecer os sacrifícios ao Senhor.

→ Saul além de ser apenas rei, era da Tribo de Benjamin, ou seja, não tinha o direito de sacrificar e muito menos de apresentar qualquer oferta.

Em razão disso, os descendentes de Saul perdem o direito a continuarem no trono, isto quer dizer, o reino seria tirado dos filhos de Saul, o que realmente aconteceu quando Davi ascendeu ao trono tornando-se Rei de todo Israel (2 Sm 5)

Saul teria reinado por cerca de 40 anos e nenhum de seus filhos tomou o trono, conforme o Profeta Samuel havia falado.

● Contexto Prático:
Vamos contextualizar essa linda história e aprendermos com o passado, para não cometermos os mesmos erros.

→ Compreendemos nessa narrativa que Saul acabou sendo dominado pelo medo:
▪ pela falta de fé e principalmente
▪ por aquilo que estava ao seu redor
▪ ou seja, ele deixou se levar pela situação

→  Toda população apavorada, por anos e anos sob domínio dos filisteus, fizeram com que o povo amedrontado corresse e fugisse de Gilgal.

O que com toda certeza contribuiu para a decisão equivocada do Rei Saul.

De fato o reinado todo de Saul foi, de certa forma, um grande desastre, não foi um rei segundo o coração de Deus.

Muitas e muitas decisões precipitadas, várias foram as escolhas erradas e,  infelizmente, um final trágico, morrendo em sua própria espada, após um cerco e ser atingido por flechas (1 Sm 31)

→  Interessante frisar que no início, o próprio Deus havia permitido em dada situação, Saul agir como profeta, mas naquela oportunidade Deus havia permitido (1 Sm 10:6)

Porém, agora em Gilgal, o Rei Saul, infelizmente, agiu precipitadamente, tomou uma escolha errada e infeliz, acreditando que poderia agir como sacerdote, mas sem o consenso, sem a permissão de Deus
levando ao seu trágico fim anos depois.

→  Que interessante, apenas 2 anos depois de Saul agir como profeta, sob comando de Deus ele orgulhosamente, pretensiosamente, quis também agir como sacerdote, mas agora, já era rei, e não quis esperar Samuel, colocando todo o Reino em risco, sua vida em risco e sua dinastia a perder.

●Contexto Espiritual:
Quero deixar 3 coisas para fixarmos, memorizarmos e aprendermos no campo espiritual.

1) Aja somente na permissão de Deus
Não queira fazer do seu jeito, nem mesmo da maneira que você acha certo.

→  Nem sempre o seu jeito é a forma que Deus quer agir.

→  Aprenda a ouvir o profeta falar, aprenda a colocar em prática sua fé.

2) Saiba esperar o tempo certo
Muitas decisões precipitadas levaram ao fracasso, infelizmente, más escolhas trazem prejuízos.

→  Aprenda a esperar o profeta, aprenda que cada coisa tem seu lugar e tempo.

3) Não decida apenas pelo que você vê
A situação ao nosso redor não pode ser referencial

Não deixe ser levado pelas circunstancias. Não viva tão somente pelo que pode ver.

O povo apavorado, amedrontado, fugindo de Gilgal, abandonando a cidade levou Saul ao desespero.

→  Tenha confiança no senhor!


PodCast (somente o áudio da pregação) em MP3 (baixar ->  clique aqui)

Assista, seja edificado e compartilhe!


Link do Vídeo ->  https://fb.watch/6_m580lJuV/ 


Assista no Instagram:



Assista no Instagram Ministração do Louvor:


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vim para adorar-te em japonês

Grupo de Louvor da Caape - música: Deus vai fazer