PodCast - Mensagens em áudio

AGENDA

Culto Presencial e OnLine - Domingo 16/05/2021 - tema: "As obras de Deus"

Assista ao vídeo que foi gravado da transmissão (AoVivo) "Live" na nossa página oficial no Facebook da Igreja Metodista Livre de Rio Preto (Free Methodist Church) do Culto de 16/05/2021.  

Respeitando todos os protocolos sanitários e Decretos, bem como as normas da vigilância, como tapete sanitizante, aferição temperatura na entrada, totem com álcool em gel à disposição, portas e janelas abertas, uso de máscaras constante, distanciamento, higienização do templo com produto hospitalar a base de amônia, poltronas, maçanetas e banheiros, voltamos ao culto presencial, com todo cuidado e respeito.

O Pr. Júlio Ronqui ministrou com o tema: "As obras de Deus"
“Evangelho é manifestar as obras”

Liturgia:
João 9:3 NTLH
(3)  Jesus respondeu: —Ele é cego, sim, mas não por causa dos pecados dele nem por causa dos pecados dos pais dele. É cego para que o poder de Deus se mostre nele.
João 9:3 ARA
(3)  Respondeu Jesus: Nem ele pecou, nem seus pais; mas foi para que se manifestem nele as obras de Deus.
Domingo – 16-05-2021

● Contexto Histórico/Teológico:
Jesus estava em Jerusalém em uma de suas viagens. No dia anterior ele estava no Templo, inclusive, fazendo um debate com os fariseus e mestres da lei.

→  Aqui no Capítulo 8 Jesus faz várias assertivas importantes sobre sua natureza e doutrina, pregando sobre vários temas aos judeus.

→  Aqui no Capítulo 9 a Bíblia registra que Jesus estava caminhando, talvez próximo ao Templo, quando viu o cego de nascença.

No grego:
Ghenetay = nascimento
Vem da raiz [genea] = dos tempos passados, geração passada, geração antiga

Neste momento, os discípulos perguntam para Jesus   (João 9:2)
“Mestre, quem pecou, ele ou seus pais?”

E com a sabedoria dos céus, Jesus responde: “nem um e nem outro”  

→  Em seu discurso, Jesus ainda esclarece:
“mas para que se manifestem nele as obras de Deus!” (Joao 9:3)

→  O Apóstolo João registra o milagre maravilhoso. A operação miraculosa de Jesus ao cuspir no lodo e passar nos olhos do cego, pedindo para lavar no Tanque de Siloé, que instantaneamente passou a ver!
(João 9:6-7)

● Contexto Espiritual:
Vamos fazer uma releitura desse texto e contextualiza-lo para os dias de hoje. O que podemos aprender nesta perícope?

1) Nem tudo é pecado
Interessante frisar os motivos pelos quais os Discípulos indagaram a Jesus sobre a real situação daquele cego mendigo.

→  Para os judeus, a tradição de sua cultura era muito forte e os Discípulos ainda não conseguiam conceber as coisas do Reino de forma clara.

Para os Discípulos, a Teoria da Retribuição era muito forte e evidente.

Nessa doutrina, os judeus criam que você sofria, porque você estava em pecado.

→  Podemos ver claramente essa doutrina nos discursos de Bildade, Zofar, e Elifaz (amigos de Jó)

Que a todo instante tentavam convencer Jó a pedir perdão para Deus, pois ele estaria naquele sofrimento, pois havia pecado.

→  Essa era a concepção dos judeus
▪ se sofremos, é porque plantamos
▪ se ficamos doentes, é porque estamos em pecado
▪ se passamos aflição, nós erramos, ou nossos pais

→  Mas será que tudo que nos sobrevém
▪ é mesmo culpa exclusiva da nossa atitude?
▪ é mesmo culpa apenas do nosso pecado?
▪ é culpa do que nossos pais fizeram?

→  Jesus aqui nos ensina que não!
E nesse caso específico, do cego de Jerusalém, essa doença era para Glória de Deus!

Em outras palavras, nesses tempos de pandemia, dor e sofrimento
▪ não podemos nos culpar por tudo!
▪ não podemos colocar um peso além sobre nós
▪ não podemos tentar achar justificativa em nós

Tem muita coisa que acontece sem nenhuma explicação ou razoabilidade humana.
Pense nisso!

2) O Tanque de Siloé
Outro fator importante que podemos aprender nessa lição com Jesus.

→  Por que Ele mandou o cego ao tanque?
▪ será que ninguém tinha um odre com água?
▪ será que não era possível ninguém limpar o lodo no cego, com um pano ou outra coisa?

Interessante que o Tanque de Siloé fazia parte do sistema de abastecimento de água de toda cidade de Jerusalém, inclusive essa água era enviada pelos aquedutos.

E Jesus fez questão de enviar o cego até lá.
A Bíblia não registra os motivos, mas podemos supor:
▪ talvez para testar sua fé (como Namaã)
▪ talvez para pessoas ajudarem o cego (ele iria precisar de ajuda para chegar até lá)
▪ talvez para o cego compreender a interação entre a ação de Jesus e sua Fé

→  Várias podem sem as conjecturas deste assunto, mas com toda certeza, Jesus fez por um motivo.
Tudo que ele fazia tinha propósito!

→  Entenda isso na sua vida:
Tudo tem um propósito em sua caminhada. Nada ocorre por acaso!

3) De mendigo a testemunha
Por fim, para encerrarmos, algo lindo que Jesus operou na vida daquele homem.

→  Vamos contextualizar e fazer uma análise
Como seria a vida de uma pessoa doente ou deficiente em Jerusalém nos tempos de Jesus?

▪ não havia hospitais, como temos hoje
▪ não havia seguridade social, que temos hoje
▪ não havia asilos ou estruturas de acolhimento, como temos hoje

→  A vida de uma pessoa deficiente, no Oriente era extremamente difícil, penosa e dura.
E praticamente todos ficavam a mercê da ajuda de alguém, se tornavam mendigos e pedintes.

Mas o mais maravilhoso de tudo isso é que após o milagre de Jesus, aquele homem deixou de ser visto como mendigo!
Ele passou a ser um testemunho vivo do poder de Jesus nesta terra!

→  E é isso que Jesus quer nos transformar!
Em testemunhos vivos!
Em pessoas regeneradas, curadas, libertas, para mostrarmos ao mundo o poder de jesus!

→  Por isso, não esconda o que Deus tem feito, não tenha vergonha ou medo, mas seja um testemunho para edificar as pessoas

Em tempos de pandemia, tanta tristeza, dor e sofrimento.
Nós podemos trazer esperança para esta terra através do Evangelho de Jesus.

Pois tudo que Ele faz, tem um propósito, para manifestar as obras de Deus!


PodCast (somente o áudio da pregação) em MP3 (baixar ->  clique aqui)


Assista, seja edificado e compartilhe!

PARTE 01 

Link do Vídeo -> https://fb.watch/5y6scWZi95/


PARTE 02



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Vim para adorar-te em japonês

Grupo de Louvor da Caape - música: Deus vai fazer